À medida que os consumidores, investidores e governos exigem maior posicionamento sobre sustentabilidade dentro das organizações, passou algo obrigatoriamente a ser incluído como pauta dentro das organizações com medidas e implementações de novas tecnologias que tem a finalidade de criar menos impacto ambiental através de seus serviços e/ou produtos.

Em âmbito empresarial, o conceito do desenvolvimento sustentável foi definido pelo WBCSD (World Business Council for Sustainable Development), em que passam por três dimensões:

  • Economia: diferenciação competitiva
  • Meio Ambiente: eco eficiência das operações
  • Sociedade: responsabilidade

No Brasil, nem todos os empreendedores possuem consciência de quanto o seu negócio impacta a sociedade, seja por meio do pagamento de tributos, empregando pessoas, uso de recursos naturais e sociais.

Apesar de acreditarem que a implementação dos princípios da sustentabilidade pode gerar mais custos, realizar a implementação de medidas sustentáveis traz o benefício para a comunicação para a empresa e o retorno do investimento a um médio período.

A tecnologia bem aplicada alinhada com a estratégia da empresa torna-se uma grande contribuinte para as mudanças climáticas, seja por meio da adoção de energias renováveis ou novas aplicações e ferramentas que consomem menos materiais no setor operacional.

A mudança para um mundo sustentável está se acelerando e a tendência possui amplas implicações nos negócios.

Novas oportunidades

O comportamento do consumidor busca por organizações que levam em consideração a sustentabilidade, exigem de empresas os custos ambientais dos seus produtos e operações. Por isso é necessário adotar estratégias e tecnologias mais sustentáveis como respostas.

Tendências para acompanhar

Além dessas tendências acima é importante ficarmos atentos a dois pontos:

  • Green Software Engineering

A linguagem de programação e as práticas têm uma relação direta com o consumo de energia e o meio ambiente. Um exemplo é a escolha da linguagem, bem como algoritmos que produzem a quantidade de carbono por software.

O consumo de energia da memória é uma das grandes fontes de desperdício, pois dependente da memória disponível, não do uso real, solicitar apenas a memória necessária é uma maneira indolor de reduzir as emissões de gases de efeito estufa.

Portanto, ao dedicar um tempo para escrever um código otimizado que seja executado mais rapidamente com menos recursos economiza dinheiro e preserva o planeta.

Conheça o site Green Algorithms que tem o objetivo de calcular e ajudar os desenvolvedores a estimarem os custos dos seus códigos em carbono.

  • Blockchain para Sustentabilidade

A adoção de blockchain está começando a fornecer oportunidades de sustentabilidade para as organizações aumentando a transparência e a rastreabilidade em todas as cadeias de abastecimento. Isso promete permitir que as empresas melhorem suas práticas de abastecimento e reciclagem, e para dar aos consumidores maior visibilidade sobre os insumos ambientais dos produtos que compram ou fornecem, apoiando a mudança para estilos de vida mais sustentáveis.

Comece o quanto antes…

É notável que ao realizar uma mudança tecnológica dentro de um negócio é preciso haver estudo e estratégias para que o investimento seja de longo prazo e com o ROI a curto e médio prazo.

Para conhecer as tecnologias desenvolvidas e cases de sucesso com foco na sustentabilidade, envie-nos um e-mail para contato@mindtek.com.br e marque uma apresentação exclusiva com um dos nossos especialistas.