Desde 1843, quando Augusta Ada King criou o primeiro programa de computador, a contribuição e a representatividade feminina na tecnologia se tornou algo imensurável. Cada vez mais mulheres têm revolucionado o mercado e ganhando mais espaço e autoridade no mercado da tecnologia e ciência.

Em um dos artigos do nosso blog falando sobre as mulheres na tecnologia, trouxemos uma pesquisa realizada pela consultoria global de tecnologia Thoughtworks que levantou dados sobre os perfis dos profissionais de tecnologia no Brasil.

Neste artigo sobre vamos falar sobre a representativa feminina na tecnologia, você vai conhecer um pouco sobre a história  da Virgínia Vieira,  onde falamos sobre seus estudos, carreiras, desafios e oportunidades.

Sua jornada na área da tecnologia começou aos 19 anos prestando serviço como Web Designer para Marinha do Brasil, conseguindo adentrar no mercado apenas com curso de capacitação para Desenvolvimento Front-end onde permaneceu prestando serviços para a Marinha por 4 anos. Durante esse período aproveitou para aprofundar e ampliar seus conhecimentos entrando para o Ensino Superior, cursando sistema de informação.

No período da faculdade, teve oportunidade de conhecer todas as áreas que abrange o mercado da tecnologia da informação, desde infraestrutura, programação, redes e requisitos, suporte e gerenciamento de projetos. Nesse percurso durante a graduação iniciou o estágio com gerenciamento de projetos na empresa Souza Cruz, passando também pela empresa Aviator e algumas outras empresas.

Uma das mais recentes experiências, foi quando passou pelo processo seletivo do Metrô Rio onde atuou na área de sistemas realizando levantamento de requisitos e testes, entre outras atividades da área. Ao saber sobre um processo seletivo interno para área de gerenciamento de projeto, buscou o aperfeiçoamento para os requisitos da vaga e se candidatou, sendo aprovada no processo seletivo foi alocada no setor de engenharia como gerente de projetos, onde atuou por 10 anos no Metrô Rio.

Virgínia, ressalta que essa fase foi muito desafiadora para sua carreira tendo que combater até mesmo preconceitos por ser mulher e está em um cargo de chefia, onde que através do seu profissionalismo e técnicas que desenvolveu ao longo de sua carreira e estudo, combateu com excelência o preconceito que sofreu com colegas de trabalhos.

Evoluindo na carreira

Virgínia, ressalta que por mais que eu tenha começado como estagiária e ter evoluído profissionalmente na área da tecnologia, essas conquistas não foram somente dela, mas de pessoas que estiveram ao seu lado durante esse percurso, apoiando e ajudando direta ou indiretamente. O sentimento que têm por essas pessoas é de gratidão, pois em paralelo a sua jornada de trabalho, Virgínia, também tinha responsabilidades como mãe e esposa, por isso teve muita ajuda da sua família e conselhos de colegas de trabalhos que ajudaram a se tornar uma profissional com crescimento constante e, hoje, pode olhar para seu percurso e perceber que todo o esforço valeu a pena.

Conselhos para os jovens

Para quem está começando na área é importante ter curiosidade, atitude e não ter medo de errar, pois o ser humano está sujeito ao erro. O importante é ter coragem e ir em busca das oportunidades, pois foi através de uma conversa com uma colega de trabalho que a fez se interessar pela área da tecnologia. Na época, ela era recepcionista, e essa colega a incentivou a conhecer o mundo da programação e lhe presenteou com um livro de HTML. A partir desse presente começou a se identificar com a área e resolveu a mergulhar nos estudos.

representatividade feminina na tecnologia

Depois desse longo percurso, sua área preferida na tecnologia é gerenciamento de projetos, pois lida diretamente com pessoas e, atualmente, Virginia Vieira é a nossa Gerente de Recursos Humanos na Mindtek.

Gostou do conteúdo?

Leia outros artigos sobre a participação das mulheres no mercado de tecnologia em nosso blog:

Mulheres na tecnologia: Representatividade feminina na tecnologia

By |novembro 18th, 2021|Categories: Mulheres na Tecnologia|Tags: |

Desde 1843, quando Augusta Ada King criou o primeiro

Comentários desativados em Mulheres na tecnologia: Representatividade feminina na tecnologia

Outubro Rosa: Como a Inteligência Artificial combate ao câncer de Mama?

By |outubro 15th, 2021|Categories: Inteligência Artificial, Mulheres na Tecnologia|Tags: , , |

Muitos já sabem que o outubro rosa é o

Comentários desativados em Outubro Rosa: Como a Inteligência Artificial combate ao câncer de Mama?
Por |2021-11-30T20:28:06-03:00novembro 18th, 2021|Mulheres na Tecnologia|Comentários desativados em Mulheres na tecnologia: Representatividade feminina na tecnologia

Sobre o Autor:

Política de Privacidade

Ir ao Topo